Burrão no caminho certo

A Série A-2 do Campeonato Paulista nunca é fácil. Os times são normalmente muito nivelados e, nos últimos anos, a presença de muitos clubes tradicionais do interior do Estado tornam a missão ainda mais difícil. Além disso, entre os 16 participantes, apenas dois deles conseguem o acesso à elite do Estadual. Mas, apesar de toda a dificuldade, o Taubaté parece estar fazendo bem a lição de casa.

O time manteve a mesma comissão técnica, com Marcelo Martelotte no comando, desde a reta final da Série A-2 do ano passado. Montou uma base para a Copa Paulista, no segundo semestre, onde o Burrão fez boa campanha, chegando às quartas de final e, diferentemente de outros anos, conseguiu aproveitar um bom número de jogadores. Outros nove reforços foram contratados este ano e a pré-temporada já começou em novembro. Nomes como o zagueiro Ferron, o volante Moradei e o atacante Juninho, ex-Atlético Mineiro, são experientes e podem ser um diferencial neste campeonato tão equilibrado.

A diretoria, que tem como presidente o ex-jogador e eterno ídolo Gilsinho como presidente, conta com uma personalidade com histórico de lisura, o que é um diferencial no mundo do futebol, onde nem sempre as coisas são feitas da forma certa.

O programa sócio-torcedor, que permite comprar o pacote para todos os jogos em casa, já está consolidado no clube e é uma importante sacada da diretoria até para garantir um certo fôlego financeiro. O dinheiro de bilheteria é, sim, importante. Ainda mais para os clubes do interior.

Claro que, como diria o técnico Toninho Moura – que já comandou Taubaté e São José – “o futebol não é uma ciência exata” e, mesmo com tudo sendo feito de forma correta, nem sempre o resultado acontece dentro de campo.

Ao menos, o clube tem feito, dentro de suas possibilidades, o que é viável. E o torcedor deve esperar uma equipe competitiva, que vai dar trabalho aos rivais. Oito dos 16 participantes vão às quartas de final e, neste momento, apoio das arquibancadas pode fazer a diferença.

O Taubaté é, atualmente, o único clube do Vale do Paraíba na Série A-2, e o que está em melhor situação entre as equipes da região em termos de divisão. Pode ser um ano de alegrias para o torcedor taubateano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *