Fifa reconhece o que é justo

Na manhã desta sexta-feira a Fifa reconheceu oficialmente como campeões mundiais os vencedores dos títulos conquistados entre 1960 e 2004. Para muitos, é justo. Para outros, é polêmica. Particularmente, entendo que é mais do que justo e que não deveria nem sequer haver essa discussão.

Maracanã lotado para ver Santos e Benfica na final do Mundial.

Independente do que a Fifa reconhece ou não, o fato é que Santos e São Paulo, por exemplo, já eram campeões mundiais. Sempre foram. O time de Pelé e companhia foi bicampeão mundial em 1962 e 1963, estava até no uniforme. O timaço do São Paulo de Telê Santana de 1992 e 1993 também foi campeão mundial. Sempre foi. Quando esses times ganharam, foram tratados como campeões mundiais sem contestação. E foram. Está lá nas manchetes dos jornais. E, no caso do Santos, durante muito tempo estampado nos uniformes. Ou nós, da imprensa, estivemos enganados esses anos todos?

Muitos vão alegar “ah, mas não tinha time da África e da Ásia”. Ora, na Copa do Mundo de 1930 também só haviam times da Europa e América do Sul. E, nem por isso, deixou de ser Copa do Mundo.

São Paulo é sim legítimo tricampeão do mundo em 92, 93 e 2005 – agora ‘oficializado’ pela Fifa. Assim como o Peixe. Flamengo em 1981 e Grêmio em 1983 também foram ‘beneficiados’ pela Fifa nesta decisão.

O timaço do São Paulo de 1992 derrotou o também timaço do Barcelona na final

Esses clubes não têm culpa se, até 2004 (com exceção do Mundial de 2000) não havia times africanos e asiáticos nas competições. Mas venceram edições dificílimas da Libertadores e encararam grandes adversários na final do Mundial. O São Paulo, por exemplo, venceu o timaço do Milan em 1993, como todo o mérito. O Santos lotou o Maracanã, sozinho, em 1962 e 1963 para derrotar os timaços de Benfica e Milan. Ou vão dizer que o time de Pelé, Coutinho, Mengálvio, Dorval, Pepe e cia. não era o melhor do mundo?

*****

Agora, estão querendo fazer Mundial de Clubes a cada quatro anos, o que considero muito ruim. Qual vai ser o critério para a participação? O bacana, o legal é ter todo ano, como sempre foi, desde 1960. Clube não é seleção. Vai ter ‘eliminatórias’ de clubes também para o Mundial? Vamos aguardar…

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *