Obrigado, Mário Ottoboni

O futebol de São José dos Campos está em luto. Nesta manhã de segunda-feira, morreu simplesmente o melhor presidente da história do São José. Ele foi o responsável por colocar o antigo Esporte Clube São José na rota do profissionalismo. E, logo no primeiro ano, em 1964, foi campeão da Quarta Divisão paulista. No ano seguinte, foi campeão da Terceira Divisão. Dois títulos nos dois primeiros anos da história do antigo Formigão do Vale. Depois, idealizou a construção do estádio Martins Pereira, feito pensando no time de futebol da cidade, que na época jogava em um acanhado estádio na rua Antonio Saes. E o palco inaugurado em 1970 é, até hoje, um estádio relativamente moderno e bastante confortável para assistir aos jogos de futebol. Isso tudo se deve à iniciativa do senhor Ottoboni, que foi presidente do clube entre 1964 e 1971. Seguramente, ninguém fez tanto pelo futebol da cidade quanto ele.

O clube mudou de nome, virou São José Esporte Clube e adotou a Águia como mascote. Mas o estádio Martins Pereira continuou sendo a casa da equipe. A memória de Mário Ottoboni nunca poderá ser esquecida. Em 87 anos de vida, deixou muitos legados para a cidade, não apenas no esporte.

Pessoalmente, só estive com ele uma vez, na reinauguração do estádio, em 2014, após passar por reforma. Antes, já havia o entrevistado várias vezes por telefone. E, mesmo sem me conhecer pessoalmente, sempre foi extremamente gentil e atencioso.

Fica aqui registrado, nesse momento, essa nossa singela homenagem a esse grande homem do futebol joseense. Obrigado, Mário Ottoboni

Mário Ottoboni na festa dos 48 anos de fundação do estádio Martins Pereira, em 2018. Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *