Vai começar o Brasileirão! Quem são os favoritos?

Foto: Cesar Grecco/Agência Palmeiras

O Campeonato Brasileiro de 2019 começa neste final de semana. Com o sistema de pontos corridos mais do que consolidado desde 2003, serão agora 38 rodadas até dezembro, para que seja definido o campeão. Alguns vão brigar pelo título, outro vão brigar por uma vaga na Libertadores, Sul-Americanas e outro vão brigar para se manterem na elite.

O Palmeiras é o atual campeão brasileiro. Mas, pelo futebol apresentado no primeiro semestre, entendo que o Verdão precisa melhorar bastante para brigar pelo seu 11º caneco. Hoje, coloco dois times como grandes favoritos ao título: Grêmio e Cruzeiro. O time gaúcho, sob comando do técnico Renato Gaúcho, tem uma base sólida, um trabalho contínuo desde 2016.Com um elenco mais recheado, poderá poupar menos atletas e vai brigar forte desde o começo.

É o mesmo caso do Cruzeiro, que está desde 2016 com Mano Menezes no comando. O time simplesmente não perde uma partida oficial há cinco meses. Tem 100% de aproveitamento e ainda foi campeão mineiro este ano – com polêmicas de arbitragem à parte. O elenco celeste está muito reforçado. Com meias como Rodriguinho e Thiago Neves e o atacante Fred em momento inspirado, se a Raposa embalar, ficará difícil de segurar.

O Flamengo, de Abel Braga, investiu muito. Mas até agora, embora tenha sido campeão carioca, ainda não teve atuações convincentes. Enfim, futebolisticamente, Grêmio e Cruzeiro estão acima. Palmeiras e Flamengo, com os maiores investimentos, também são fortes, mas precisam resolver suas arestas. No caso alviverde, ainda tem o problema político interno, com membros de torcida organizada criando crises e tumultos desnecessário.

**************

Entre os outros times paulistas, o Corinthians é de longe o melhor, mais ainda sim entendo que não tem um elenco tão qualificado para ser campeão. É um time regular e ‘cascudo’, mas não tem a mesma regularidade de Grêmio e Cruzeiro.

O São Paulo, agora sob comando de Cuca, deve fazer uma boa campanha. Mas não tem elenco para brigar pelo título. E o Santos, do excelente técnico Jorge Sampaoli, também tem muitas limitações técnicas. Ou é 8 ou é 80. Ou o Peixe joga muito e ganha bonito, ou dá vexame e perde até de goleada. Não tem a regularidade necessária para um campeonato de pontos corridos.

****************

Entre os demais times grandes do país, não vejo condições de brigarem pelo título. O Internacional, que está tentando manter um trabalho a longo prazo, com o técnico Odair Hellmmans, tem um bom time, pode fazer boa campanha, mas não o suficiente para aguentar brigar pelo título.

O Atlético Mineiro, que ainda não tem nem técnico definido e fez campanha pífia na Libertadores, precisa melhorar muito para brigar na parte de cima. E, se não abrir o olho, pode brigar lá embaixo. O mesmo vale para os outros três times do Rio de Janeiro, Vasco, Botafogo e Fluminense – talvez o Flu um pouco acima dos outros dois. É importante ressaltar que quatro equipes serão rebaixadas – 20% dos participantes. A linha de corte é grande.

*********************

Entre os demais participantes, vai ser legal ver o técnico Rogério Ceni comandando o Fortaleza na Série A do Brasileirão. E também será interessante o retorno do CSA, que desde 1986 não representava Alagoas na elite.

*****************

E, para finalizar, teremos o VAR (árbitro de vídeo) pela primeira vez no Campeonato Brasileiro. No primeiro semestre, já foi usado nos Estaduais. O aproveitamento foi bom, mas em alguns casos, deixou a desejar. Alguns casos de pênaltis claros sequer foram revisados pelo VAR, que está lá para isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *